18/12/2018, Terça-Feira
 
 
Ouvidoria
Sugestões, críticas, reclamações
Editais
Editais publicados
pela UVA
Calendário Acadêmico
Agenda das atividades acadêmicas
Vestibular/Concursos
Informações sobre Vestibular/Concursos
Portal de Serviços UVA
Acesso aos Sistemas da Universidade.
Página Inicial Contato Mapa do Site
 

Pós-Graduação

Edições UVA

Manual TCC

Guia Aluno

Revista


Links Relacionados

Telefones Úteis

ZICA

ABRUEM
      
Notícia - Professor da UVA participa do trabalho de reconstituição do rosto que seria de São Valentim



A relíquia insigne do crânio de São Valentim e parte dos restos mortais do santo estão na Basílica de Santa Maria em Cosmedin, em Roma.

O professor do Curso de Direito da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), pesquisador e especialista em santos católicos, José Luís Lira, está engajado em novo trabalho que busca revelar como seria a face de mais um santo da Igreja Católica: São Valentim. O trabalho de reconstituição tem a participação do especialista em computação gráfica Cícero Morais, que fez a reconstituição do rosto de Santo Antônio, Santa Maria Madalena e, mais recentemente, o de Madre Paulina, entre outros nove santos e beatos católicos. 

A reconstituição facial de São Valentim está sendo feita a partir do crânio existente na Basílica de Santa Maria em Cosmedin, em Roma, pelo designer 3D, Cícero Moraes, de Mato Grosso. Durante viagem para acompanhar a canonização do Beato Mexicano José Sánchez del Río, em outubro de 2016, Luís Lira obteve permissão do Reitor da Basílica, Padre Mtanious Hadad, que o autorizou a fazer imagens da relíquia para a reconstituição. “Foram mais de 250 fotos que, no mesmo dia, enviei por e-mail a Cícero Moraes, no Brasil”, lembra o professor José Luís Lira. “Com as imagens, Cícero Moraes utilizou um software que faz o dimensionamento espacial, resultando em uma imagem em três dimensões do crânio”, explica.

O Professor Lira explica que o método empregado por Cícero Moraes “é totalmente científico, sendo feito o cruzamento das imagens do crânio com as informações sobre a ancestralidade do indivíduo, identificadas nos ossos, produzindo a partir de um padrão os demais tecidos que foram consumidos pelo tempo, como pele, músculos, cartilagens e olhos”. 

O crânio também foi avaliado pelo perito do Instituto Médico Legal (IML) do Rio de Janeiro, Dr. Marcos Paulo Salles Machado. “Sem saber de que se tratava das relíquias de São Valentim, o Dr. Marcos Paulo constatou que o crânio, abrigado em Santa Maria de Cosmedin, pertenceu a uma pessoa do sexo masculino, europeu com mais de 55 anos”, afirma José Luís Lira. 

Considerado o santo protetor dos namorados, São Valentim foi decapitado em 14 de fevereiro do ano de 270, por realizar casamentos entre cristãos, no período em que o imperador romano Cláudio II (século III) proibiu a realização de casamentos. A data do martírio ficou sendo reconhecida como Dia de São Valentim e nela passou-se a comemorar o dia dos namorados na Europa e nos Estados Unidos.

O trabalho de reconstrução ou reconstituição facial de São Valentim deverá ser apresentado pelos pesquisadores até o dia da festa do Santo, 14 de fevereiro próximo.

Você pode compartilhar esta notícia em suas redes sociais, acessando os ícones abaixo.

 





30.01.2017
Assessoria de Comunicação e Marketing Institucional da UVA
Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA
(comunicacao@uvanet.br / 88 3677-4271)




Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA - Av. da Universidade, 850 - Campus da Betânia - Sobral-CE
CEP: 62.040-370 - Ver localização no mapa - Telefone para contato: (88) 3677-4271
© 2018 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados.