11/07/2020, Sábado
 
 
   
Ouvidoria
Sugestões, críticas, reclamações
Editais
Editais publicados
pela UVA
Calendário Acadêmico
Agenda das atividades acadêmicas
Vestibular/Concursos
Informações sobre Vestibular/Concursos
Portal de Serviços UVA
Acesso aos Sistemas da Universidade.
 

Pós-Graduação

Edições UVA

Manual TCC

Guia Aluno

Revista

Telefones Úteis

ZICA

ABRUEM

       
Notícias - UVA capacita profissionais para atuar em pesquisa do Governo do Ceará sobre soroprevalência da COVID-19
Gerar PDF


A Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), juntamente com o Hospital Dr. Estevam (HDE) fizeram a capacitação de 15 enfermeiros e 15 dentistas para atuarem na Pesquisa de Soroprevalência da COVID-19 em Sobral. A investigação científica sobre a transmissão do novo coronavírus nos municípios cearenses teve início em Fortaleza e está sendo realizada pelo Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Saúde do Estado (SESA) e da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC). A realização do estudo em Sobral, iniciado nesta quinta-feira, 18 de junho de 2020, terá três etapas e é de responsabilidade da Prefeitura, com 416 agentes de saúde envolvidos, e do Instituto Opnus. Em cada uma das etapas, 800 pessoas serão testadas, totalizando 2.400 exames.

Desde o início da declaração de situação de Emergência em Saúde Pública no Estado, a UVA integra o Comitê Municipal de Enfrentamento à Pandemia e utiliza sua estrutura de laboratórios, professores e grupos de pesquisa em ações concretas de combate à proliferação da COVID-19, em cooperação com outras instituições e órgãos do Estado.

A pesquisa

A investigação utilizará testes rápidos e exames de biologia molecular, feitos a partir de secreções do nariz e garganta, coletadas por meio de hastes plásticas e algodão (swab). “A pesquisa é fundamental para avaliar a real incidência da COVID-19 no Ceará, verificando, por exemplo, quantas pessoas já têm imunidade contra o novo coronavírus”, explica a Secretária Executiva de Vigilância e Regulação da SESA, Magda Almeida. 

O teste rápido indicará o resultado em 15 minutos e as amostras de exame de biologia molecular serão analisadas no Laboratório Central de Saúde Pública do Ceará (LACEN). Além dos exames, será preenchido um questionário com informações sobre sexo, idade, escolaridade, condições de saúde e possíveis sintomas recentes do morador.

A seleção dos bairros está sendo feita por meio de cálculo de amostragem aleatória e moradores escolhidos por sorteio. Quando menores de idade e incapazes, os testes serão feitos mediante autorização dos pais ou responsável. Todos os participantes assinarão termo de consentimento e os profissionais envolvidos, identificados com crachá, adotarão os protocolos dos órgãos de saúde.

Os bairros selecionados inicialmente são Centro, Cidade Dr. José Euclides (Terrenos Novos), Expectativa, Padre Ibiapina, Parque Santo Antônio, Pedrinhas, Sinhá Sabóia, Sumaré, Tamarindo e Vila União.

A pesquisa possibilitará, ainda, mensurar a letalidade da doença e estimar o número de pessoas assintomáticas, que não apresentam sintomas de COVID-19.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Hospital Regional Norte (HRN). 

Você pode compartilhar esta notícia em suas redes sociais, acessando os ícones abaixo.





18.06.2020
Assessoria de Comunicação e Marketing Institucional da UVA
Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA
(comunicacao@uvanet.br / 88 3677-4271)


Lido 218 vezes

000012



Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA - Av. da Universidade, 850 - Campus da Betânia - Sobral-CE
CEP: 62.040-370 - Ver localização no mapa - Telefone para contato: (88) 3677-4271
© 2020 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados.