07/08/2020, Sexta-Feira
 
 
   
Ouvidoria
Sugestões, críticas, reclamações
Editais
Editais publicados
pela UVA
Calendário Acadêmico
Agenda das atividades acadêmicas
Vestibular/Concursos
Informações sobre Vestibular/Concursos
Portal de Serviços UVA
Acesso aos Sistemas da Universidade.
 

Pós-Graduação

Edições UVA

Manual TCC

Guia Aluno

Revista

Telefones Úteis

ZICA

ABRUEM

       
Notícias - Pesquisa revela dados sobre a comunidade acadêmica da UVA no contexto da pandemia de COVID-19
Gerar PDF


Em pesquisa, realizada no período de 11 a 20 de junho de 2020, a Pró-Reitoria de Ensino de Graduação (PROGRAD) ouviu alunos, professores e funcionários da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) sobre diversas questões vivenciadas pela comunidade acadêmica no contexto de excepcionalidade, provocado pela pandemia do novo coronavírus (COVID19). Uma das questões levantadas na pesquisa foi quanto ao interesse e disponibilidade de participar de atividades pedagógicas não presenciais. Responderam à pesquisa, por meio de questionário on-line, 3.830 estudantes (55,22% dos alunos regularmente matriculados); 290 professores (78,17% dos 343 efetivos e 28 substitutos/ temporários) e 84 funcionários técnico-administrativos (dos 166 terceirizados e 89 servidores públicos).

O questionário respondido por alunos e professores de todos os 26 cursos de graduação da UVA, ofertados em Sobral, abrangeu também perguntas como “estado emocional diante da pandemia; enquadramento em grupos de risco para a COVID-19 ou convivência com pessoas desses grupos; forma de transporte para a Universidade; acesso à Internet e a equipamentos eletrônicos; e familiaridade com recursos e ferramentas de ensino remoto”, entre outras, específicas para cada grupo pesquisado, como o de funcionários técnico-administrativos.

De acordo com a PROGRAD, a pesquisa subsidiará o planejamento de retorno às atividades letivas na UVA, referentes ao Semestre 2020.1, observados os protocolos de segurança sanitária e demais medidas estabelecidas pelo Governo do Estado do Ceará e pela Prefeitura Municipal de Sobral. “O objetivo é conhecer, no caso de alunos e professores, a situação no que se refere às condições de realizar atividades pedagógicas de forma não presencial, incluindo acesso à Internet e o uso de recursos e ferramentas de ensino remoto, por exemplo”, afirma a Pró-Reitora de Ensino de Graduação, Ana Sancha Malveira Batista.

Discentes

Os dados obtidos com os estudantes que responderam à pesquisa apontam que 80,86% têm interesse em realizar atividades pedagógicas não presenciais. Desses, 48,49% já participam de atividades dessa natureza; 15,14% afirmaram ter interesse, mas ainda não conseguiram realizar as atividades devido à falta de acesso, ou acesso precário à Internet e 17,23% disseram ter interesse, mas estão impossibilitados devido à pandemia. O levantamento aponta, ainda, que 69,37% dos estudantes que responderam à pesquisa, afirmaram possuir conexão própria de Internet e 58,56% residem com pessoas de algum um grupo de risco para a COVID-19. Quanto ao estado emocional, 32,40% se disseram ansiosos e 22,79% se consideraram desanimados.

A PROGRAD quis saber também sobre a disponibilidade em desenvolver atividades pedagógicas não presenciais, para fins de cumprimento de carga horária letiva nos componentes curriculares ofertados no semestre de 2020.1. Nesse item, 81,67% dos alunos afirmaram que sim, com disponibilidade em horários flexíveis (36.71%); somente nos horários destinados às aulas presenciais (34,36%) ou que, apesar da disponibilidade, não têm acesso e/ou recursos para atividades on-line, ou estes são precários (10,60%). Ainda neste item, 6,40% afirmaram não ter disponibilidade porque a natureza do componente curricular não permite a execução de atividades pedagógicas não presenciais. Sobre o acesso a equipamentos para realizar atividades on-line, 39,6% disseram possuir computador em casa para seu uso exclusivo e 26,8% compartilham o computador em casa. O percentual dos que afirmam possuir smartphone é de 49,2%.

Docentes

Entre os professores, 22,41% afirmaram pertencer a algum um grupo de risco para a COVID-19 e 35,86% disseram que residem com pessoas desses grupos de risco. Sobre a condição emocional, se consideraram ansiosos (36,90%), tranquilos (20,69%) ou confiantes (15,52%). 

Ainda entre os docentes, 58,28% afirmam ter razoável facilidade com ferramentas de ensino remoto (on-line) e 94,49% disseram ter interesse em realizar atividades pedagógicas não presenciais com seus alunos. 70% afirmaram que já realizam atividades remotas. Com relação à plataforma para o desenvolvimento das atividades, 44,83% disseram utilizar o Sistema Acadêmico da UVA, Google Meet e redes sociais.

Dos professores ouvidos, 89,32% afirmaram que têm disponibilidade em desenvolver atividades pedagógicas não presenciais, para fins de cumprimento de carga horária letiva nos componentes curriculares ofertados no semestre de 2020.1.

Funcionários e servidores técnico-administrativos

A pesquisa entre funcionários terceirizados e servidores técnico-administrativos teve como objetivo avaliar a possibilidade de realização de atividades laborais remotas, previstas no Provimento nº08/2020 do Comitê de Pandemia da UVA. Pelo levantamento, 17,86% afirmaram pertencer a algum grupo de risco para a COVID-19 e 47,62% disseram que residem com pessoas desses grupos de risco. Emocionalmente, 33,33% se consideraram tranquilos e 30,95% se disseram ansiosos.  Consideram-se confiantes 20,24%. Quanto ao acesso à Internet em casa, 91,67% disseram possuir conexão própria de Internet e 59,52% afirmaram que possuem computador em casa para uso exclusivo.

De acordo coma Professora Benedita Marta Gomes Costa, do Curso de Administração da UVA, responsável pelo tratamento estatístico da pesquisa, nos dados referentes aos discentes a margem de erro é de 1,2%, de 0,76% nos dados referentes aos docentes e de 5,7% e 14% para o percentuais de funcionários terceirizados e de servidores públicos, respectivamente, com intervalo de confiança de 95%. O questionário foi adaptado a partir do modelo elaborado pelo Professor Vicente de Paula da Silva Martins, do Curso de Letras da UVA. 

Acesse AQUI a pesquisa na íntegra. 

Você pode compartilhar esta notícia em suas redes sociais, acessando os ícones abaixo.





16.07.2020
Assessoria de Comunicação e Marketing Institucional da UVA
Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA
(comunicacao@uvanet.br / 88 3677-4271)


Lido 1195 vezes

000018



Universidade Estadual Vale do Acaraú - UVA - Av. da Universidade, 850 - Campus da Betânia - Sobral-CE
CEP: 62.040-370 - Ver localização no mapa - Telefone para contato: (88) 3677-4271
© 2020 - Governo do Estado do Ceará. Todos os direitos reservados.